Como convencer seus pais a deixar você fazer intercâmbio

 -  -  2314


Sonha em ir estudar fora, mas ainda depende dos seus pais e eles não apoiam a ideia? Veja dicas para convencer seus pais a deixar você fazer intercâmbio.

Muitos pais não têm clareza sobre os benefícios de um intercâmbio, se preocupam com a ideia de ter um filho ou filha em outra parte do mundo ou não têm segurança de que você está pronto para aproveitar essa experiência. Se esse for o caso dos seus pais, não precisa desistir: siga as dicas a seguir e veja como convencê-los a apoiar esse desejo.

 Como convencer seus pais a deixar você fazer intercâmbio

 1. Pesquise sobre o programa de intercâmbio 

Quanto mais informações você tiver, mais fácil será ter argumentos para convencer seus pais a deixar você fazer intercâmbio. Pesquise bastante sobre os tipos de programa de intercâmbio disponíveis, veja qual deles gostaria de fazer e se informe bastante sobre o assunto.

Busque respostas para suas dúvidas sobre intercâmbio e informações específicas sobre o curso, os tipos de acomodação, os destinos aonde pode ir, valores e formas de pagamento. Vale a pena até fazer uma apresentação reunindo esses dados: você certamente irá impressioná-los!

2. Demonstre que leva o assunto a sério

Alguns pais podem pensar que o intercâmbio é só uma desculpa para o jovem passar um tempo sem supervisão de adultos, ou mesmo algo que você quer fazer apenas porque outros amigos estão fazendo. É importante, então, demonstrar que você tem um interesse genuíno na experiência.

Comece a estudar o idioma do país de destino, veja filmes, leia livros e mostre a eles que você tem interesse na língua e na cultura e que pretende tirar o máximo dessa experiência. Faça com que seus pais vejam, no dia a dia, o quanto esse sonho é importante para você.

3. Mencione os benefícios

Os benefícios de fazer intercâmbio são inúmeros, mas talvez seus pais não tenham clareza disso. Por isso, vale a pena ressaltá-los. Você pode falar, por exemplo, sobre como um intercâmbio é importante para ampliar seu repertório cultural, o que é importantíssimo nos dias de hoje.

O intercâmbio também irá ajudá-lo a se tornar mais maduro e independente e ensiná-lo a ter mais jogo de cintura para lidar com diversas situações da vida adulta. e torná-lo mais responsável.

Além disso, a fluência em outro idioma é essencial atualmente, tanto em termos acadêmicos quanto profissionais, e a experiência internacional também será uma vantagem competitiva na hora de procurar um estágio ou emprego.

4. Contribua financeiramente

Mesmo que você não possa trabalhar em tempo integral para ajudar a pagar pelo intercâmbio, vale fazer um esforço para mostrar que você está comprometido também em termos financeiros.

Tente poupar parte da sua mesada, faça brigadeiros para vender no intervalo das aulas, procure um estágio ou peça uma contribuição financeira como presente de aniversário ou Natal para seus parentes.

Também vale economizar no dia a dia: evite desperdiçar energia elétrica, lanche em casa em vez de pedir comida e não compre coisas de que não precisa.

Assim, seus pais verão que você está focado nesse objetivo e que não subestima a importância do investimento financeiro num intercâmbio.

5. Demonstre maturidade

Seus pais precisam confiar muito em você para deixá-lo passar meses ou até mesmo um ano longe de casa, especialmente se você for menor de idade. Mas você pode contribuir para isso, se esforçando para demonstrar maturidade no dia a dia.

Cumpra o que for combinado com eles, contribua com as tarefas da casa e evite problemas na escola ou universidade. Assim, eles ficarão mais propensos a acreditar que você vai usar a liberdade de estar sozinho longe de casa de uma forma positiva.

6. Mostre que você estará seguro

A maior preocupação de muitos pais é em relação à segurança. Afinal, é difícil deixar de ver filhos como crianças, e só de imaginá-los distantes do “ninho”, muitos pais podem ficar preocupados.

Mas você pode contornar essa preocupação pesquisando estatísticas que mostram que o destino é seguro e explicando como a agência de intercâmbio vai ajudar nesse processo, resolvendo possíveis problemas e providenciando serviços extras como traslados e tours guiados se necessário.

7. Prometa manter contato

Durante o intercâmbio você terá muito o que fazer, novas pessoas com quem interagir e experiências diferentes para viver, mas é importante assegurar aos seus pais que tudo isso não vai lhe fazer esquecer de mandar notícias.

Você pode, por exemplo, combinar de mandar um “oi” todos os dias por Whatsapp ou fazer chamadas por Skype semanais, de modo que seus pais fiquem mais tranquilos quanto a seu bem-estar. Nos dias de hoje é muito mais fácil aplacar as saudades e manter contato com quem está longe.

8. Faça-os falar com quem tem experiência

Para alguns pais, a ideia de um intercâmbio pode parecer absurda ou distante. Por isso, pode ajudar muito apresentá-los a algum amigo seu que já estudou fora e que pode contar como funciona na prática e ressaltar os benefícios que você já mencionou.

Além disso, não deixe de colocá-los em contato com a agência de intercâmbio que você escolher, que pode tirar todas as dúvidas deles e mostrar que você receberá o apoio de profissionais especializados antes e durante a experiência.

Tem outras dicas para convencer seus pais a deixar você fazer intercâmbio, ou dificuldades que quer compartilhar? Deixe um comentário! E caso tenha dúvidas sobre os programas disponíveis, custos e outras informações, entre em contato com um consultor da Scool.

Gostou desta matéria?
Inscreva-se hoje e receba novas matérias diretamente na sua caixa de entrada.
23 recommended
comments icon 14 comments
14 notes
754 views
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *