6 razões para fazer intercâmbio na Nova Zelândia

 -  -  242


O país fica longe do Brasil e tem um fuso-horário bem diferente, mas as vantagens de um intercâmbio na Nova Zelândia compensam (e muito) esses contratempos.

Além de ter bom custo-benefício, o intercâmbio na Nova Zelândia é uma ótima opção para quem gosta de curtir a natureza, praticar esportes radicais e viajar de carro, além de trazer vantagens em termos burocráticos. Quer descobrir se esse é o melhor país para seu intercâmbio? Continue lendo este post.

Razões para fazer intercâmbio na Nova Zelândia

1. Bom custo-benefício

A moeda oficial do país é o dólar neozelandês, que é forte e bastante estável, mas vale menos do que os dólares americano e australiano. Além disso, o valor de itens como alimentação e moradia é mais em conta por lá do que em outros destinos de língua inglesa muito procurados para intercâmbio, como Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Austrália.

2. Contato com a natureza

Quem gosta de fazer atividades ao ar livre e se conectar com a natureza certamente vai se encantar pela Nova Zelândia, destino repleto de belezas naturais. Mesmo na maior cidade do país, Auckland, você não leva mais do que meia hora para chegar a lindas praias e trilhas. Durante seu intercâmbio na Nova Zelândia você terá a oportunidade de visitar vários parques, cachoeiras e ilhas deslumbrantes.

3. Facilidade de viajar

Além de visitar diversos atrativos nos arredores da cidade onde estiver hospedado, você também pode facilmente explorar as outras partes da Nova Zelândia. O país tem cerca de 3 mil quilômetros de extensão de norte a sul, e é muito fácil explorar cada uma das ilhas, seja de ônibus ou alugando um carro ou campervan. Seus finais de semana e férias vão ser superdivertidos.

4. variedade de Esportes radicais

Todos esses cenários naturais servem de pano de fundo para uma série de atividades radicais, como você já deve ter ouvido falar. O pessoal por lá é super adepto de esportes como rapel, escalada, bungee jump, paraquedismo, rafting, asa delta, exploração de cavernas, windsurfe, kitesurfe e zip lining, entre tantos outros.

Mesmo que você não seja dos mais aventureiros, vale a pena juntar coragem e aproveitar o intercâmbio na Nova Zelândia para viver experiências de dar frio na barriga.

5. Pouca burocracia para entrada

Assim como a maioria dos países europeus, a Nova Zelândia não exige visto para brasileiros que queiram passar até três meses por lá. Isso significa que se você quiser fazer um intercâmbio mais curto, estará livre de trâmites burocráticos.

Para entrar lá, basta apresentar ao funcionário da imigração alguns itens básicos como a passagem de volta para o Brasil. E se você quiser passar mais de três meses (entendemos bem essa vontade!), também não tem estresse: o processo para emissão do visto de estudante costuma ser bem tranquilo.

6. Possibilidade de estudar e trabalhar

Outro “grupo” do qual a Nova Zelândia faz parte é o dos países onde se permite trabalhar legalmente com visto de estudante. Assim, é possível aproveitar ainda mais a experiência de intercâmbio, além de ganhar uma grana.

Se você se matricular em um curso com no mínimo 14 semanas de duração em uma escola chancelada pela New Zealand Qualifications Authority (NZQA), vai poder trabalhar por até 20 horas semanais durante as aulas e 40 horas nas férias.

Ficou animado para fazer intercâmbio na Nova Zelândia? Entre em contato com os especialistas da Scool para tirar dúvidas e fazer um orçamento!

Gostou desta matéria?
Inscreva-se hoje e receba novas matérias diretamente na sua caixa de entrada.
24 recommended
comments icon 2 comments
2 notes
539 views
bookmark icon

One thought on “6 razões para fazer intercâmbio na Nova Zelândia

    Write a comment...

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *